• Notícias
bot amor que voce doa
Colabore

Compartilhe

(Foto: Fábio comemorando a sua última quimioterapia, Itapuã – Ba)
(Foto: Fábio comemorando a sua última quimioterapia, Itapuã – Ba)

Terça, 19 Fevereiro 2019

Campeão Baiano de triatlo visita o GACC-BA

“Se estou numa situação difícil, vejo uma forma de vida que ainda me dê alegria”, diz Fábio Rigueira sobre superar barreiras.

Em comemoração ao dia do esportista, tivemos o prazer de receber em nossa instituição o primeiro brasileiro a completar o Ironman Full com muletas, vice-campeão brasileiro e campeão baiano de triatlo: Fábio de Queiroz Rigueira, 45 anos, que contou para a gente um pouco de suas vivências e como superou todos os desafios da luta contra o câncer.

Aos 9 anos, em meio a brincadeiras de criança, Fábio acabou caindo. A partir disso, ao receber atendimento médico foi diagnosticado com um tumor ósseo no fêmur. No primeiro momento da doença, foi atendido também pela Dra. Nubia Mendonça, que aos olhos de Fábio Rigueira, é incrível como profissional e como pessoa, fortaleceu e deu uma grande base para a família.

“Era um momento da infância em que eu não tinha raciocínio formado para perceber o poder do câncer, o que sabia era que o tratamento na época foi muito complicado por ser uma doença nova, tudo era baseado em experiências e poucos recursos. “

Como uma criança forte e compreensiva, amputar a perna não foi um problema, “De qualquer maneira, só queria sair dali bem”, afirma Fábio.

ADF 9

(Foto: Fábio comemorando a sua última quimioterapia, Itapuã, Salvador-BA)

Durante toda a sua trajetória, Fábio nunca imaginou que seria esportista, começou e nunca mais parou. Fez muita natação e diversas competições de piscina, porém, não enxerga o triatlo como um hobby. “Exige muita disciplina e treino, são três modalidades a serem feitas e em determinado momento o corpo chega no limite e passa a ser cansativo. Vejo o triatlo como metas a serem atingidas, meus hobbys atuais são viagens de bicicleta, surf e o amor pela música, além disso, sou colaborador da COELBA. ”

Atualmente, Fábio Rigueira tem uma vaquinha online (https://www.catarse.me/fabio_rigueira) em campanha para arrecadar dinheiro e realizar o Ironman em Florianópolis com o objetivo de fazer história e ir até a prova principal, no Havaí, que exige do candidato ser campeão geral ou completar 15 edições.

Além do incentivo de seus tios, Fábio encontrou o esporte como forma de superação da doença e com isso, passou a inspirar, representar e incentivar outras pessoas a saírem de sua zona de conforto e enxergar além da situação, buscando algo que ainda traga alegria e esperança para a vida.

“Sabe aquele peso? Um peso bom, a carga boa de coisas a fazer em uma sociedade é como enxergo o ato de inspirar outras pessoas. É muito importante representar e eu vejo que o sonho aumentou, pois não é só o meu sonho, é o de outras pessoas também. ”, finaliza Fábio.

Fábio também diz que acredita que uma casa de apoio como o GACC – BA é fundamental e traz um conforto e segurança muito grande para as famílias. Ele também é doador e todo mês, com todo prazer, realiza a sua contribuição.

Colabore com o GACC-BA. Ligue 71 3399-2020

Doações Financeiras

Banco Bradesco
Banco do Brasil
Caixa Econômica Federal
Banco Itaú
loja online
seja um parceiro
bot paypal
bot dotz

Receba o nosso Newsletter